sexta-feira, 31 de agosto de 2012

As vantagens do uso de redes sociais nas empresas

   Divulgação

Redes sociais como o Twitter, Orkut e Facebook valem ouro. São ferramentas cada vez mais populares na internet e um fenômeno tão recorrente e forte que não pode passar despercebido pelas pequenas e médias empresas.

Dados de uma pesquisa realizada pelo Altimer Group e Wetpaint para a revistaBusiness Week com as 100 empresas mais valiosas ao redor do globo mostraram que os empreendimentosque investem em mídias sociaisapresentam melhores resultados ereceitas finais mais recheadas. Em média, empresas que investiram em mídias sociais cresceram 18% em um ano, enquanto aquelas que investiram pouco nas redes tiveram queda de 6%, em média, em suas receitas no mesmo período.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

O duelo de gigantes: Facebook vs. Google+


Google+ vs Facebook



 O Facebook, com 955 milhões de usuários cadastrados, é a rede social mais popular do planeta. E isso não acontece por acaso. Seu ponto forte é a permanente parceria com desenvolvedores independentes, que vêm criando nos últimos anos recursos preciosos, que mantêm os usuários cada vez mais tempo na rede.
 
 O Google+, rede social do gigante de buscas lançada em 2011, ainda não chegou lá. Mas ele não pode ser menosprezado – e já há usuários que adotam o serviço como seu preferido.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

'Horário nobre' da Internet coincide com o da TV


                                 



 O meio digital possui hoje várias plataformas e entender como o consumidor se comporta nesses múltiplos devices é de grande importância para a consolidação das estratégias digitais das empresas que pretendem se relacionar positivamente com os usuários no ambiente online.
 
 No contraponto, deduz-se com essa pesquisa - que não trata diretamente sobre o assunto - que a TV perde espaço em horário nobre para a Internet, o que vem fazendo com que algumas emissoras tentem reforçar a sua programação para enfrentar a concorrência.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Facebook lança recurso de resultados patrocinados


 O Facebook está lançando oficialmente o recurso Resultados Patrocinados, que permitirá que páginas paguem taxas para aparecer nas primeiras posições de buscas feitas por usuários da rede social. De acordo com o TechCrunch, o anúncio foi enviado nesta quarta-feira a alguns profissionais e departamentos de marketing.

  A funcionalidade, disponível para Páginas e Lugares, permite que anunciantes definam qual o perfil de usuários que desejam atingir através de determinadas buscas, nas quais podem inserir seu conteúdo. Entretanto, os Resultados Patrocinados ainda não podem direcionar para links externos, somente para páginas dentro do Facebook.

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

O comportamento do consumidor nas mídias sociais



A empresa deanálise Burson-Marsteller anunciou resultados surpreendentes na terceira edição do seu estudo Global Social Media Check-up, que mostra como asempresas listadas no ranking da Fortune utilizam as principais mídias sociais,em especial o Twitter e o Facebook.

Um dos resultados mais importantes mostra que 79% das contas corporativas se relacionam no Twitter por meio de retweets e menções. Já 70% das páginas de empresas no Facebook, respondem os comentários recebidos em seus murais e linhas do tempo. Isso comprova o pensamento de Dallas Lawrence, chefe global de estratégias digitais daBurson-Marsteller, quanto diz que as pessoas querem interagir e se conectar com as empresas, e as redes sociais são uma ponte direta para isso.

Das 100 maiores empresas do mundo, 87% delas trabalham em pelo menos uma das mídias sociais mais populares, sendo que 93% das páginas corporativas do Facebook são atualizadas semanalmente e cada uma dessas páginas têm, em média, 6.000 pessoas falando sobre a empresa.

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Redes sociais influenciam metade dos paulistanos a comprar pela web

Pesquisa com cerca de mil internautas de São Paulo revelou que informações veiculadas nas chamadas redes sociais, como Orkut, Facebook e Twitter, influenciam as decisões de compra, pela internet ou não, de 48,64% dos consultados. O estudo foi feito pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio SP), em maio.

A grande maioria dos internautas paulistanos participa de redes sociais. Na capital, 87,94% dos internautas fazem parte de alguma destas redes, índice que aumenta para 92,08% na faixa entre 18 e 35 anos. Deste total de internautas, cerca de um quatro (25,17%) fazem compras por meio das redes sociais. Dos que ainda não o fizeram, 18,79% se mostraram propensos a aderir a este tipo de compra, segundo a pesquisa.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Como as mídias sociais podem ajudar na busca por um emprego

Sua vida online pode servir como vitrine para demonstrar como você é offline. Por isso, muitas empresas passaram a observar o comportamento de seus candidatos nas redes sociais antes de contratá-los.

A Jobvite, empresa norte-americana de recrutamento online, criou um infográfico para analisar o que os profissionais de RH procuram nas mídias sociais. O infográfico foi feito com base em uma pesquisa da mesma empresa com dados coletados de 800 entrevistados norte-americanos entre maio e junho de 2012.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Facebook mantém liderança entre redes sociais no Brasil

Depois de superar o Orkut no início do ano, o Facebook manteve liderança na preferência dos usuários brasileiros de redes sociais e fóruns em julho, segundo dados divulgados hoje pela Experian Hitwise, ferramenta de inteligência digital da Experian.

No mês, a rede social de Mark Zuckerberg atingiu um índice de 54,99% de participação no Brasil, frente os 18,24% registrados um ano antes. O crescimento nesse intervalo foi de 36,75 pontos percentuais.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Aplicativo para consultar horários e informações sobre voos chega ao Facebook

A Infraero lançou no último dia 17 o aplicativo “Infraero Voos Online” para o Facebook. Com ele, é possível consultar horários e informações sobre voos em 55 aeroportos brasileiros. O “Voos Online” já existia antes para dispositivos móveis nas plataformas Android, Blackberry, Java e iOS, em versões em português, inglês e espanhol.

Além da distância do ponto em que estão até o aeroporto, os usuários poderão conferir a previsão do tempo na cidade e ter acesso ao Guia do Passageiro, que responde as dúvidas mais comuns de quem está embarcando, informa as responsabilidades dos entes do setor aéreo e oferece dicas desde a compra da passagem até o desembarque.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Ferramenta monitora repercussão da TV nas redes sociais

A Intacto está preparando o lançamento do Qual Canal (www.qualcanal.tv), ferramenta de monitoração de comentários sobre programas de TV no Twitter em tempo real. Flavio Ferrari, um dos sócios da empresa, lembra que a pesquisa Social TV, do Ibope, apontou que 43% dos internautas assistem TV enquanto estão navegando e que 29% deles fazem comentários sobre o conteúdo da TV em redes sociais. "80% admite mudar de canal motivado por um comentário na Internet", lembra.

A ferramenta, explica o executivo, se propõe a monitorar em tempo real os comentários feitos sobre determinado programa na rede social, usando um "dicionário de referência" dos parâmetros que quer monitorar. Por enquanto, diz Ferrari, apenas o Twitter será monitorado, pois é a rede social com o perfil mais adequado a este tipo de comentário. "O Facebook também é interessante para análise, mas não para real-time", diz, adiantando que pretende medir também esta rede no futuro.

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Nova geração estuda para o vestibular via celular e Facebook

O Facebook, aos poucos, está se livrando do título de vilão dos estudos. Quem não consegue desviar a atenção das redes sociais, mas precisa passar no vestibular e estudar para o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), ganhou agora um novo aliado: os aplicativos.

É o caso dos aplicativos para Facebook Ligado no Enem e Saiba Mais Enem, que oferecem preparação on-line para o Exame, e do Chemical Sudoku, que dá dicas sobre os elementos da tabela periódica para auxiliar os estudantes a completar o quebra-cabeça japonês – apesar do nome, o aplicativo é em português.

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Lojas poderão dar check-in no Facebook através de reconhecimento facial

Quem gosta de efetuar check-in pelo Facebook, já se imaginou entrando em uma loja e, por meio da tecnologia de reconhecimento facial, mostrar aos amigos onde está sem precisar utilizar o dispositivo móvel? Embora esta novidade ainda não esteja em prática, ela foi desenvolvida pela Redpepper e promete ganhar o gosto de muita gente, inclusive dos comerciantes.

Nomeado de “Facedeals”, o conceito é bem simples: ao passar pela porta de entrada de um estabelecimento, câmeras de reconhecimento facial registram o rosto do usuário. Então, uma rápida busca é feita para que o a pessoa seja encontrada e, simultaneamente, efetue o check-in no Facebook após uma notificação ser emitida.

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Usuários querem interagir de forma cocriativa com marcas nas redes sociais

O levantamento intitulado “Produção e difusão da mídia social entre brasileiros: um estudo comparativo na América Latina” mostra ainda que 90% dos consumidores presentes nas redes se envolvem ou gostariam de se envolver com a produção, compartilhamento, busca ou compra de produtos e serviços nas redes sociais. 

“As pessoas participam de redes sociais para manter contato com amigos e conhecidos, mas também entendem que é um ambiente adequado para estabelecer relacionamento com marcas”, explica Adriana Rocha, cofundadora e CEO da eCGlobal Solutions.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

O mundo pós mídias sociais


Ao longo das últimas décadas, o surgimento de novas mídias (jornal, rádio, TV e, mais recentemente, a internet) tem causado constantes mudanças não apenas na maneira de se transmitir informações, mas principalmente na maneira como as pessoas se relacionam com o mundo. Entretanto, nenhuma outra mídia provocou tamanha desestruturação nas formas convencionais de marketing ou interatividade quanto as redes sociais, o que nos impele à constante necessidade de que - ao contrário de outros meios de comunicação em massa - as empresas estejam atentas ao perfil (ou aos múltiplos perfis) de seus usuários.

Com relação às análises dos perfis dos usuários nas redes sociais, os resultados obtidos são inspiradores: nunca se viu tantas informações a respeito de comportamento, preferências, ideologias, atividades, profissão e etc como agora. E o que é melhor: gratuitamente. Ainda assim, estas análises trazem tanto mistério quanto curiosidade para aqueles que precisam adaptar-se à comunicação da nova era, pois trouxeram uma nova dinâmica ao modelo passivo de vender e fazer marketing, o que impõe ao administrador moderno rever seus conceitos de análise de mercado, o que, em alguns casos, não é algo lá muito fácil.

Para entender um pouco da complexidade desta “mudança de paradigma” trazida pelas redes sociais, basta dar uma olhada no resumo de suas características:
·  as mídias sociais são universalistas, descentralizadoras e democráticas;
·  cultivam e fomentam a diversidade;
·  não distinguem a vida "real" da "virtual";
· geram confiança, reciprocidade e ajudam a manter, ou construir, reputação;
·  são gratuitas;
·  1% de seus participantes produzem conteúdo próprio;
·  4% compartilham o conteúdo visto;
·  95% observam;
·  46% dos usuários do Facebook tem mais de 45 anos, e outros 22% estão entre 35 e 44 anos;
·  tem usuários ativos 24 horas por dia, 7 dias por semana;
·  quadruplicou o número de usuários em 3 anos: de 197 milhões em 2009 para 955 milhões em junho de 2012. Deste número, mais de 200 milhões checam sua timeline diariamente através do celular ou tablets.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Olimpíadas geram 150 milhões de mensagens no Twitter


Os 16 dias de Jogos Olímpicos, que se encerraram ontem, em Londres, geraram um total de 150 milhões de mensagens enviadas ao Twitter, segundo levantamento do próprio serviço.

 O evento mais comentado foi a cerimônia de encerramento, com um pico de 116 mil mensagens enviadas por segundo ao serviço de microblog durante a apresentação do grupo Spice Girls.

A medalha de ouro do jamaicano Usain Bolt nos 200 metros rasos aparece em segundo lugar, com pico de 80 mil mensagens por segundo. Na sequência, aparece outra vitória de Bolt, nos 100 metros rasos, com 70 mil mensagens por segundo.

A vitória do britânico Andy Murray no tênis individual, com 57 mil mensagens por segundo, e a vitória da equipe jamaicana no revezamento 4x100, com 52 MPS, ocupam a quarta e a quinta posição, respectivamente, entre os eventos mais comentados.

O atleta mais comentado durante as Olimpíadas foi Usain Bolt, seguido pelos nadadores Michael Phelps (EUA), Tom Daley (Grã-Bretanha) e Ryan Lochte (EUA). A ginasta Gabby Douglas (EUA) completa o time dos cinco mais populares.

A modalidade mais comentada foi o futebol, com um volume de 5 milhões de mensagens, seguido pela natação, atletismo, ginástica e vôlei.

Fonte: Exame

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Hospital Albert Einstein usa YouTube para dar dicas sobre saúde


O Hospital Israelita Albert Einstein inaugurou esta semana seu canal oficial no YouTube, chamado Einstein Saúde, no qual a instituição criou uma interface interativa para que os usuários possam navegar por diversos temas, aprender e se informar sobre saúde.

A partir de uma seção homônima, o Hospital separou os vídeos em categorias como saúde da mulher, nossos filhos, mistérios do cérebro, luta contra o câncer, entre outros, que explicam e dão dicas como prefenir certas doenças, depoimentos de médicos do Albert Einstein a respeito de saúde e bem estar, entre outros, além de animações divertidas para ilustrar os temas.

Ao clicar em uma das seções, é aberta uma nova página com os vídeos relacionados ao tema. Em uma barra na parte de baixo, é possível navegar pelos diversos materiais postados - o único problema é que a rolagem é animada, e a grande quantidade de vídeos pode deixar a experiência um pouco lenta.

A instiuição afirmou que o canal foi ao ar oficialmente este mês, e que o mesmo conta com mais de 600 vídeos informativos. O conteúdo funciona dentro da interface do endereço no YouTube, que permite que os vídeos possam ser compartilhados em redes sociais como Facebook e Twitter, ao clicar nos botões no canto direito superior do vídeo.

Contudo, esse mesmo material também pode ser acessado pela interface padrão do YouTube, compartilhado e incorporado como outros vídeos, ao clicar no botão para assistir ao vídeo no site. Veja um exemplo de vídeo abaixo, que fala sobre enxaqueca, um problema que afeta cerca de 15% dos brasileiros (e que tirou durante muito tempo o bom humor daquele que vos escreve).



Fonte: IDG Now!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Eleições nas mídias sociais: a visão do eleitor



As eleições estãose aproximando e muito se tem falado sobre a conduta dos candidatos nas mídias sociais. O que pouco se ouve é de que maneira o eleitor está enxergando esse movimento nas redes em que, teoricamente, deveria haver apenas ocompartilhamento entre família e amigos.

Quando, em 1929, Frigyes Karinthy escreveu "Correntes" - base para a teoria dos seis graus de separação - e, em 1967 a teoria foi criada através de um estudo científico de Stanley Milgram, ninguém podia imaginar que um indivíduo comum pudesse ter acesso a celebridades, políticos e marcas como vemos hoje tão claramente. Entendemos como funciona na prática, e de maneira muito simples, graças ao advento do Orkut e, mais ainda, após a explosão do Facebook - em 2012, o grau de separação caiu para 4,47 pessoas.

Assim como aconteceu com o rádio e outras mídias - telefone, inclusive -, logo entendeu-se que os veículos que alcançam as massas deveriam ser utilizados para além da diversão. É possível e necessário acrescentar informação e provocar desejos, oferecendo sonhos e vendendo conceitos. Isso de chama marketing.

Já acostumado a receber informaçõese divulgações de empresas e produtos em seu mural, o usuário das mídias sociais agora se depara com uma nova investida: os "santinhos" dos políticos invadiram o Facebook e Twitter e a campanha chegou às redes sociais, antes mesmo de ir para a TV e rádio. E como o eleitor está reagindo a tudo isso? Sem pesquisas oficiais sobre esse comportamento, portanto sem números precisos sobre tal, observo diariamente a reação dos usuários e analiso de que forma seria mais eficaz a abordagem dos políticos nas redes.

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Campanha de doação de órgãos nas redes sociais

O incentivo à doação de órgãos no Brasil ganhará as páginas de uma das redes sociais com maiores usuários no Brasil: o Facebook. No começo desta semana, a empresa fechou uma parceria com o Ministério da Saúde com o objetivo de ampliar o número de transplantes feitos no país.

A campanha será realizada por meio de uma ferramenta - já disponível no perfil do usuário da rede social – a qual possibilita que ele manifeste o desejo de ser doador de órgãos.

Em entrevista concedida à Agência Brasil, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, destacou que a estratégia consiste em usar as redes sociais para aumentar o diálogo com a população brasileira. Ele lembrou que, atualmente, quase 80 milhões de brasileiros têm acesso à internet e quase 40 milhões usam o Facebook. “Essa parceria permite que qualquer indivíduo deixe clara a sua opção de ser doador, de registrar em vida que deseja ser um doador”, disse. “Acreditamos que vamos criar um burburinho e dialogar com o público jovem para que, desde o começo, possa optar por registrar o desejo de ser doador”, completou.

Durante o lançamento oficial da campanha, o vice-presidente do Facebook para a América Latina, Alexandre Hohagen, explicou que a nova ferramenta permite aos usuários declararem a intenção de serem doadores de órgãos em apenas alguns minutos e compartilhar a informação com os amigos e membros da família que também têm perfil na rede social. O objetivo é realizar uma campanha em massa na qual cada usuário que aceitar ser doador também se transforme em um divulgador da campanha. “Para doar órgãos, é fundamental que haja o conhecimento e o consentimento da família. No momento em que isso for necessário, a família e os amigos saberão da intenção das pessoas. Essa estratégia não substitui o caminho formal, mas ajuda a tornar a intenção mais clara”, concluiu.

Quem tiver interesse em utilizar a ferramenta deve entrar em seu perfil no Facebook, clicar em Atualizar Status, escolher a opção Evento Cotidiano e, em seguida, na opção Saúde e Bem-Estar. Entretanto, o Ministério da Saúde lembra que, ainda sim, é necessária a autorização da família.

Metas

Nos primeiros quatro meses do ano, o Brasil alcançou a taxa de 13,6 doadores de órgãos para cada 1 milhão de habitantes – meta prevista para ser alcançada em 2013, aponta levantamento divulgado nesta semana, pelo Ministério da Saúde.

O número representa um total de 726 doadores, aumento de 29% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram notificados 564 doadores - enquanto a meta nacional era 11,4 doadores para cada 1 milhão de habitantes.

No primeiro quadrimestre de 2012, foram feitos 7.993 transplantes, crescimento de 37% em comparação aos quatro primeiros meses de 2011, ante 5.842 transplantes.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Acesso móvel ao Facebook cresce 23% no 2º trimestre


De acordo com relatório do órgão regulador financeiro dos Estados Unidos, aproximadamente 102 milhões de pessoas acessaram o Facebook somente através de dispositivos móveis durante o mês de junho deste ano. Segundo o site The Verge, o número representa um crescimento de 23% em relação ao mês de março, quando 83 milhões de usuários entraram na rede exclusivamente via acesso móvel.

Em um panorama geral, durante junho o Facebook contava com 543 milhões de usuários ativos em dispositivos móveis, sendo que deste total, 18,7% já não acessavam mais a rede pelo desktop. Já os números de contas que acessam a rede social via desktop permaneceu praticamente o mesmo no segundo trimestre de 2012, registrando até uma pequena queda entre usuários da Europa e dos EUA.

No Brasil, os usuários ativos do Facebook durante o mês de junho revelaram um crescimento 146% nos últimos 12 meses, chegando aos 54 milhões. A Índia também registrou um forte aumento desde junho do ano passado, de 84%, totalizando 59 milhões de usuários ativos mensais.

Entretanto, a aparente migração do desktop para o acesso móvel é o que mais se destaca no relatório - tendência que pode ter colaborado para problemas com a publicidade no Facebook, área que comprometeu 84% da receita da rede social durante o segundo trimestre do ano.

Estudos recentes também revelam que os usuários que acessam o facebook via dispositivos móveis tendem a passar mais tempo conectados à rede social do que os que a acessam por desktop. Porém, o Facebook ainda tem menos espaço de publicidade disponível para sua versão móvel.

Fonte: Terra

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Mais de 25% dos brasileiros não usam internet banking por medo de segurança

Uma pesquisa feita pela agência de relações públicas Edelman mostrou quais são as principais preocupações do internauta brasileiro em relação a seus dados, ao realizar compras ou utilizar serviços pela internet.

Entre os dados, chama a atenção o medo do internet banking. Apesar de contar com um dos sistemas mais desenvolvidos do mundo, mais de um quarto (27,3%) dos entrevistados afirma não acessar suas contas online. É mais do que o dobro da média mundial, de 13,4%.

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Ação do Facebook cai para menos de US$ 20 pela primeira vez

O Facebook está passando por um momento ruim na Nasdaq. As ações da rede social caíram para menos de US$ 20 pela primeira vez, desde o seu lançamento na bolsa tecnológica. Os motivos, segundo a Reuters, foram a saída de uma série de executivos da empresa e o fim do período de proibição para funcionários da rede social venderem suas ações.

Na terça-feira (31/08), o individual fechou em US$ 21,71. No dia seguinte, as ações atingiram uma mínima de US$ 19,91 durante negociações de forte volume no início da tarde. A ação perdeu quase metade de seu valor desde que estreou a US$ 38 em maio, na maior oferta pública inicial (IPO, em inglês) de uma empresa do Vale do Silício.

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

40% das empresas brasileiras não vêem valor nas redes sociais

Ao contrário do que pode aparentar, o uso das redes sociais não é uma unanimidade entre os empresários brasileiros. Segundo levantamento da consultoria Maksen, 40% dos executivos do País acham que ter presença no Twitter ou Facebook não traz nenhum benefício para seu negócio.

Os executivos consultados dizem que o investimento não compensa os riscos de manter presença nas redes sociais. “Apesar de Brasil ser o quatro país com maior número de empresas presentes nas redes sociais, poucas são as que as utilizam de forma correta”, afirma Sérgio do Monte Lee, líder da consultoria no Brasil.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

As estratégias do Subway para dominar o Twitter

A franquia do Subway se destaca das outras empresas na comunicação com os clientes através de redes sociais, de acordo com uma pesquisa recente feita com 600 consumidores norte-americanos. Cerca de 49% dos entrevistados indicaram que as redes sociais do Subway são "satisfatórias" ou "muito satisfatórias". Por outro lado, o McDonald's recebeu 42%, 41% Starbucks, Burger King 39% e 25% 7-Eleven.

Mas o que o Subway faz para impressionar os clientes?

"Com quase 15 milhões de fãs no Facebook e mais de 555 mil fãs no Twitter, passamos muito tempo não só compartilhando notícias sobre promoções especiais, mas também ouvindo, respondendo e ampliando as histórias de clientes ou suas preocupações, certificando-se que eles saibam que nós os ouvimos", disse Paul Mamundo, o gerente da equipe de mídias sociais da marca.

Alguns tweets recentes indicam que a empresa usa um tom de brincadeira para se comunicar, mas também retuitam fotos, compartilham imagens e respondem as pessoas que tuítam sobre eles.

Exemplo: - "É #sextafeira13! Pode soar como lenda urbana, mas ouvimos dizer que o bacon com queijo, ovo e abacate neutralizam a má sorte!"

"O Twitter mudou definitivamente o panorama de serviço ao cliente ao fornecer uma plataforma onde os consumidores podem dar um retorno para o Subway em tempo real", diz Bamundo. "Isso nos dá uma grande oportunidade para aprender com os nossos clientes."

"O fundador da Subway, Fred DeLuca, e o diretor de marketing da empresa, Tony Pace, sabem os benefícios que as redes sociais podem fornecer para a marca", acrescenta Bamundo. A empresa tem mais de 37.000 restaurantes ao redor do mundo. "É quase como ter um grupo de foco instantâneo", diz ele.

"Um dos nossos diferenciais frente as outras marcas é que nos focamos não apenas no aumento do número de fãs e seguidores, mas em gerar um compromisso com os usuários por meio de conteúdos interessantes. Queremos usar as mídias sociais como um meio para nos comunicarmos de forma mais ativa com os nossos clientes ", diz Bamundo.

Fonte: GastronômicoNet